Pessoas

Oleksandr Usyk

by  Olivia Sousa

Conteúdo
Oleksandr Usyk

Oleksandr Usyk é um pugilista profissional ucraniano, Mestre de Honra dos Desportos da Ucrânia. Detém os títulos de campeão mundial absoluto na primeira divisão de pesos pesados (2018-2019) e de melhor pugilista profissional segundo o The Ring (2022-2023). Atualmente, o atleta é um dos pugilistas mais famosos da divisão de super-pesados.

Usyk ganhou fama mundial em 2021, quando venceu uma luta contra o campeão dos pesos pesados Anthony Joshua. Oleksandr vinha lutando por sua vitória há muito tempo. O atleta teve de ganhar massa muscular durante muito tempo para competir contra um peso pesado experiente. O combate resultou na vitória de Usyk por decisão unânime de todos os juízes. Pelo seu esforço, o atleta recebeu 4 cinturões: IBF, WBA (Super), IBO e WBO.

BIOGRAFIA DO ATLETA

Oleksandr Oleksandrovych Usyk nasceu a 17 de janeiro de 1987 em Simferopol. A criança era bastante doente, pelo que os médicos aconselharam os pais a inscrever o pequeno Sasha numa secção de desporto. Em criança, Usyk participava em danças folclóricas, tinha aulas de judo, mas era com grande prazer que frequentava a secção de futebol. A certa altura, o futuro pugilista chegou a jogar com sucesso pela equipa juvenil local Tavria, mas a família não tinha dinheiro suficiente para pagar os treinos e as viagens a diferentes cidades para participar em torneios. Por conseguinte, Oleksandr foi obrigado a desistir da sua carreira futebolística.

Quando era adolescente, Usyk entrou para um clube de boxe. No início, o treinador recusou-se a levar a criança doente às aulas. O ponto de viragem foi quando Oleksandr conheceu Serhiy Lapin, um treinador profissional que reconheceu o potencial da criança como campeão. Apesar de a primeira aula não ter sido muito bem sucedida para Sasha, ele não desistiu e continuou a treinar, aperfeiçoando os seus golpes durante 4 horas por dia.

O seu trabalho árduo deu frutos - aos 19 anos, quando já era estudante na Universidade de Cultura Física, Usyk tornou-se medalhista de ouro no Campeonato Ucraniano de Boxe e ganhou o bronze no Campeonato Europeu.

OLEKSANDR USYK APELA A CONOR MCGREGOR em resposta a Tyson Fury vs Francis Ngannou

HISTÓRIA DE SUCESSO NO BOXE

A carreira profissional de Oleksandr Usyk começou com o seu trabalho na K2 Promotions, uma empresa pertencente aos irmãos Klitschko. O jovem e promissor pugilista foi treinado por James Ali Bashir, que se mudou para a Ucrânia para treinar Usyk.

Desde o início da sua carreira, Oleksandr recusou-se a entrar no ringue com adversários mais fracos. Como resultado, obteve muitas vitórias sobre atletas que já tinham vários títulos na altura. Em 2016, Usyk tinha registado 9 vitórias em 9 combates. Graças a estes sucessos, teve a oportunidade de lutar contra o campeão mundial de pesos pesados Krzysztof Glowacki. Oleksandr venceu com confiança e tornou-se campeão mundial no décimo combate.

Mais tarde, Oleksandr continuou a defender o seu título, o que nem sempre foi fácil para o atleta. Teve de estar constantemente a ganhar e a manter o peso para estar à altura da categoria. Na final da super-série, que consistiu em muitos combates emocionantes, Anatoliy Lomachenko tornou-se o treinador de Oleksandr. O atleta teve de lutar contra o campeão russo Murat Gassiev. O combate decisivo foi complicado devido à situação política, uma vez que Usyk teve de se deslocar a Moscovo. Mas o atleta conseguiu lidar com a tarefa e obteve uma vitória triunfante. Depois disso, foi coroado campeão mundial de pesos pesados e ganhou o exclusivo troféu Muhammad Ali.

Mais tarde, Oleksandr subiu para a divisão de pesos super-pesados. As actuações do atleta tornaram-se mais raras e as suas vitórias nem sempre foram fáceis. Mas tudo mudou após o combate com Anthony Joshua. Ele se tornou o 12º campeão mundial derrotado por Oleksandr Usyk durante sua carreira profissional.

COMBATES IMPORTANTES

Oleksandr Usyk teve muitos combates importantes. Entre eles:

  • A luta com Krzysztof Glowacki. O combate teve lugar em 2016 na Polónia, na terra natal de Glowacki. Antes deste combate, o adversário de Usyk não tinha derrotas graves, pelo que a vitória do ucraniano foi uma surpresa para os fãs de ambos os atletas. Como resultado do seu triunfo, Usyk ganhou o título mundial de pesos pesados da WBO.
  • O combate contra Mairis Briedis. Oleksandr obteve sua próxima vitória famosa em 2018, quando lutou contra o titulado boxeador letão. A luta terminou com Usyk recebendo o título mundial do WBC.
  • A luta contra Murat Gassiev. O ucraniano obteve uma vitória confiante contra o russo em 2018. Como resultado da luta, Usyk ganhou vários títulos, foi premiado com a exclusiva Taça Muhammad Ali e recebeu um prémio em dinheiro de 10 milhões de dólares.
  • Luta e revanche com Anthony Joshua. A luta com Anthony em 2021 foi a terceira luta de pesos pesados para o atleta ucraniano. Oleksandr lutou como um azarão, mas foi extremamente bem-sucedido, conquistando uma vitória confiante e tirando todos os títulos do campeonato de Joshua. Em 2022, ocorreu uma revanche, na qual Anthony tentou, sem sucesso, recuperar seus títulos. A tentativa falhou e Usyk venceu novamente.
  • O combate pelo título com Daniel Dubois. O combate teve lugar em 26 de agosto de 2023, na Polónia. O adversário de Usyk era Daniel Dubois, detentor do título mundial regular. O combate terminou com a vitória de Usyk, mas o resultado causou muita polémica. O motivo foi um murro abaixo do cinto dado por Daniel, após o qual o ucraniano teve uma pausa e conseguiu continuar o combate com vigor renovado. No entanto, os juízes não anularam a sua decisão e, neste momento, Usyk é reconhecido como o vencedor.

Combate Usyk vs Joshua

FEITOS DESPORTIVOS

Durante a sua carreira desportiva, Oleksandr Usyk conseguiu alcançar muitos êxitos desportivos. Os mais significativos são os seguintes:

  • 2008 - Campeão europeu (até 81 kg).
  • 2012 - Campeão olímpico (até 91 kg).
  • 2012 - o melhor atleta da Ucrânia.
  • 2016 - primeira linha no ranking dos pugilistas mais promissores do mundo, de acordo com o canal de televisão britânico BoxNation.
  • 2016 - quinto no ranking dos melhores pugilistas de acordo com o WBC.
  • 2016-2019 - campeão mundial de pesos pesados (WBO).
  • 2018-2019 - campeão mundial de pesos pesados (WBC, The Ring, IBF).
  • 2018-2019 - supercampeão mundial na primeira divisão de pesos pesados (WBA).
  • 2018 - Nomeação da BBC para Melhor Atleta Estrangeiro do Ano.
  • 2018 - Boxeador do Ano de acordo com o The Ring, ESPN, Sports illustrated, Yahoo, BoxingTalk.
  • 2018 - Nocaute do Ano (com Tony Bellew) de acordo com o WBC.
  • 2019 - Prémio ESPY para Melhor Boxeador.
  • 2020 - quinto lugar no ranking dos melhores boxeadores do nosso tempo, de acordo com a revista The Ring.
  • 2021 - campeão mundial de pesos pesados (IBO).
  • 2021 até ao presente - campeão mundial de pesos pesados (WBO, IBF).
  • 2021 até ao presente - Super Campeão Mundial de Pesos Pesados (WBA).
  • 2022 até ao presente - Campeão Mundial de Pesos Pesados (The Ring).

PRÉMIOS

Para além dos títulos e conquistas desportivas, Usyk tem outros prémios. Entre eles:

  • 2011 - Ordem de Contribuição para o Desenvolvimento do Desporto, 3ª Classe.
  • 2012 - Ordem de Contribuição para o Desenvolvimento do Desporto, 2ª Classe.
  • 2012 - título de cidadão honorário da cidade de Simferopol.
  • 2018 - Ordem de São Ilya Muromets, 1ª Classe.
  • 2022 - Ordem de Contribuição para o Desenvolvimento do Desporto, 1ª Classe.

FAMÍLIA

Oleksandr Usyk não é apenas um pugilista profissional de sucesso com muitas vitórias e conquistas, mas também um homem de família exemplar. O atleta não esconde informações sobre a sua vida pessoal e partilha-as de bom grado com os jornalistas. Oleksandr conheceu a sua futura esposa Kateryna Khmelevska quando ainda andava na escola. Durante muitos anos, os jovens namoraram e, em 2009, casaram-se oficialmente. Nessa altura, Kateryna já estava grávida do seu primeiro filho.

Oleksandr Usyk com a sua mulher Kateryna

Oleksandr Usyk com a sua mulher Kateryna

Foto da Internet

No total, o casal teve três filhos - a filha Yelyzaveta (2010), os filhos Kirill (2013) e Mikhail (2015). Nenhum dos jovens herdeiros seguiu ainda as pisadas do pai. A filha gosta de dançar, o filho mais velho joga futebol e o filho mais novo começou a jogar ténis. Oleksandr admite que a principal chave do seu sucesso é a capacidade de gerir corretamente o seu tempo. Assim, passa a maior parte da sua vida a comunicar com a família e a praticar desporto, sendo tudo o resto de importância secundária para ele.

FACTOS INTERESSANTES SOBRE OLEXANDR USYK

Factos invulgares e interessantes sobre um atleta famoso ajudam a conhecê-lo melhor:

  • Em todos os seus combates amadores, Usyk sofreu apenas uma derrota, num combate com Yegor Mekhontsev.
  • O peso do atleta no início da sua carreira era de apenas 75 kg.
  • Era suposto o lutador receber o título de Herói da Ucrânia, mas Oleksandr recusou-o. Na sua opinião, os médicos, os professores e os socorristas são mais dignos desse título.
  • Oleksandr Usyk não é o único filho da família. O atleta tem uma irmã mais velha e um irmão mais novo.
  • Apesar do grande número de títulos e classificações, Oleksandr considera que o seu prémio favorito é a medalha olímpica que recebeu em 2012.
  • Em criança, o futuro pugilista não se dedicava apenas ao desporto, mas também à dança folclórica. O lutador admite que ainda gosta de dançar sempre que tem oportunidade. Assim, depois de ganhar os Jogos Olímpicos, Usyk dançou hopak mesmo no ringue.
  • Oleksandr é um cristão ortodoxo. O atleta começou a acreditar em Deus em tenra idade, quando sobreviveu milagrosamente a uma lesão grave - um cavalo deu-lhe um pontapé.
  • O atleta também tentou ser futebolista. Obteve bons resultados a jogar no clube de futebol Polissia.

REACÇÃO À INVASÃO DA UCRÂNIA PELA RÚSSIA

Desde 2014, Usyk tem apoiado ativamente os militares ucranianos no leste do país. Visitou repetidamente as suas instalações para elevar o moral dos soldados. Depois de as tropas russas terem entrado na Ucrânia em 2022, Oleksandr tomou a difícil decisão de se juntar a uma unidade de defesa territorial. Mas, em março, foi obrigado a abandonar a unidade para se preparar para o combate com Anthony Joshua. Após o combate, Usyk declarou publicamente que estava a dedicar a sua vitória ao seu país natal e a todos os que o defendem.

Oleksandr Usyk no TRO

Oleksandr Usyk no TRO

Foto do Instagram

Em 2023, o atleta, conhecido por sua crença em Deus, expressou surpresa com o fato de a Rússia ser considerada um país religioso. Como argumento, citou a homenagem inapropriada, em sua opinião, a Lenin, que chegou a proibir a religião no país.

MÍDIAS SOCIAIS