Locais

Aldeia de Piódão

A aldeia de Piodão é considerada uma aldeia tradicional portuguesa que oferece umas excelentes férias em qualquer altura do ano. Será interessante para quem gosta de passeios gastronómicos, para quem aprecia férias activas, passeios na montanha e lendas antigas.

by  Olivia Sousa

Conteúdo
Aldeia de Piódão

Aldeia de Piódão

No centro de Portugal, na encosta da Serra do Asor, parte da famosa Serra da Estrela, fica a aldeia de xisto de Piodão. É uma pequena aldeia portuguesa onde todas as casas são feitas de ardósia. Há um total de 27 aldeias de xisto betuminoso em Portugal com uma população inferior a 600 pessoas. Todas elas se situam na região montanhosa do centro de Portugal, a que se chama o Portugal turístico alternativo. Desde o final da década de 1980, as aldeias de xisto de Portugal têm sido ativamente apoiadas por fundos culturais da UE, o que lhes permitiu tornarem-se alguns dos destinos mais populares para os viajantes da Europa.

História da Aldeia do Piodão

Oficialmente, a história da aldeia de Piodão remonta aos finais do século XVII. Foi fundada por pastores locais que gostavam da zona da Serra do Asor, rica em vegetação e com muitos ribeiros. Graças à proximidade da antiga cidade portuguesa de Coimbra, a aldeia estava próxima das rotas comerciais tradicionais e desenvolveu-se rapidamente. Na segunda metade do século XIX, na sequência de uma mudança de direção das rotas comerciais, a aldeia do Piódão começou a declinar e as pessoas começaram a abandonar a aldeia para outros locais.

Na década de 80 do século XX, a Comunidade Europeia e as autoridades portuguesas atribuíram às ardósias situadas no centro do país, nos Alpes, o estatuto de povoações históricas e começaram a desenvolvê-las ativamente como pólo turístico.

Atualmente, Piodão tornou-se um destino de férias preferido dos portugueses e dos residentes dos países europeus vizinhos que gostam de vir passar férias aos Alpes Atlânticos.

PIODÃO | Historical Villages of Portugal

Os próprios habitantes da aldeia acreditam que as pessoas se estabeleceram aqui há muito tempo. Foi aqui que escapou um dos assassinos da amada de D. Pedro I, Inês de Castro, no século XIV. Esta história da mais famosa beldade portuguesa da Idade Média é conhecida de todos os portugueses. Quando D. Pedro I era ainda um príncipe, o seu pai, o rei, casou-o com uma princesa espanhola, tendo Inês de Castro na sua comitiva. O príncipe apaixonou-se por ela e fez dela a sua favorita. O rei Afonso, contrário a esta união extraconjugal, ordenou a morte da jovem, enviando-lhe assassinos. A mulher foi assassinada à frente dos seus filhos.

Quando Pedro I se tornou rei, casou em público com a falecida Inês de Castro, tirando o corpo da sua amada da sepultura. Obrigou todos os seus cortesãos a beijar a mão da múmia e ordenou aos assassinos da sua amada que lhe arrancassem o coração, pois tinham-no arrancado ao matar a sua amada. Apenas um dos assassinos de Inês de Castro, Diogo Pacheco, conseguiu escapar à ira do rei. Conseguiu escapar refugiando-se nos subúrbios remotos de Coimbra - em Piódão, onde até aos anos 70 do século passado só se podia chegar a pé por trilhos de montanha. Sabe-se que pessoas com o apelido Pacheco, considerado raro em Portugal, ainda vivem na aldeia de Piodão.

As razões pelas quais turistas de todo o país e dos países vizinhos vão de férias para a aldeia de Piodão são as seguintes:

  • a natureza e o clima únicos dos Alpes Atlânticos;
  • casas imaculadas feitas inteiramente de ardósia e ruas estreitas pavimentadas com pedra;
  • o "tempo congelado" - a aldeia tem o estatuto oficial de aldeia histórica de montanha, onde foi preservado o autêntico estilo de vida português do final da Idade Média;
  • a gastronomia local, famosa pelo seu queijo, licor de mel da serra e pratos tradicionais como a batata e o pão de abóbora;
  • vistas únicas sobre as montanhas e os socalcos;
  • um grande número de nascentes e riachos de montanha.
Aldeia de Piódão

Aldeia de Piódão

foto da Internet

O que pode ver na aldeia de Piodan?

Apesar do facto de a aldeia ser bastante pequena, há muitos locais interessantes para ver. Piodan tem a sua própria igreja construída em pedra branca. Tem uma arquitetura única que não é típica das igrejas católicas em Portugal.

Para além da pequena catedral branca, que se destaca espetacularmente contra as casas cinzentas com portas e janelas azuis, existe uma capela, também construída em pedra branca. É dedicada às almas dos habitantes da aldeia que aqui viveram e morreram em diferentes alturas.

Igreja Matriz do Piódão

Igreja Matriz do Piódão

foto da Internet

A aldeia tem um pequeno museu dedicado à decoração interior das casas locais e à história da aldeia. Os passeios ao longo das ruas estreitas e sinuosas de Piodan são muito populares entre os turistas, oferecendo belas vistas.

Uma visita obrigatória é a antiga eira no cimo da aldeia. Antigamente, era o local onde os aldeões debulhavam o pão e o milho. Atualmente, é uma plataforma de observação com uma placa comemorativa que conta uma breve história da aldeia.

Onde ficar em Piodan?

Na própria aldeia, muitos residentes alugam as suas casas como pequenos quartos com vista para a montanha. Abaixo encontra uma lista de hotéis privados em Piódão onde pode reservar um quarto:

  • Story Studio Piódão Casa de férias Piódão, Aldeias do Xisto;

Site: storystudio.pt

  • Dreams in Xisto Casa de férias Piódão, Aldeias do Xisto;

Site: inxisto.wixsite.com

  • O INATEL Piódão Hotel, um hotel construído em ardósia com vistas panorâmicas sobre a aldeia histórica de Piódão, está localizado na Serra do Asor. Dispõe de uma piscina interior, sauna e banheira de hidromassagem, Piodão, Aldeias do Xisto

Site: hoteis.inatel.pt

Pode reservar quartos em https://www.booking.com/country-houses/city/pt/piodao.pt-pt.html

Onde comer na aldeia de Piodão?

A aldeia tornou-se um centro turístico único, com infra-estruturas bastante desenvolvidas. Apesar do facto de a aldeia ser bastante pequena e não ter mais de 200 habitantes, tem dois restaurantes para turistas. A ementa oferece pratos nacionais de Portugal: ensopado de borrego com espinafres, queijo local de ovelha e de cabra, licores locais, mel de urze.

Várias bancas de comida oferecem pão local de batata e abóbora, queijos, produtos de carne, mel e licores.

Como há sempre muitos turistas na aldeia, deve estar preparado para fazer fila para almoçar. O único café servido sem filas é na esplanada, que tem uma vista magnífica para a serra. Por isso, quem vem a Piodan por um dia deve trazer sandes ou outros petiscos.

Como chegar à aldeia de Piodan?

Pode chegar à aldeia de autocarro ou de carro alugado. A forma mais fácil de lá chegar é a partir de Coimbra. É uma cidade com muitas atracções históricas, que foi a capital de Portugal de 1131 a 1255. Um grande número de turistas vem aqui para ver as várias atracções históricas. Em Coimbra, tem de apanhar o autocarro da Rede Expressos para Vendas de Galizes. A duração da viagem é de 1 hora, o preço do bilhete é de 7 euros e a distância é de 69 quilómetros. De Vendas de Galizes até à aldeia de Piodan, pode chegar de táxi em meia hora. O preço da viagem é de 19 euros e a distância é de 28 quilómetros.

É possível chegar lá de carro alugado por sua conta.

Os turistas de Lisboa podem chegar à aldeia de Piodão de carro alugado. A distância entre Lisboa e Piodão é de 203 km em linha reta e 299 km por estrada. A duração da viagem é de 3 horas e 39 minutos. Piodão está muitas vezes incluída no itinerário de um circuito de road trip que os turistas gostam de fazer por Portugal.

Fotos da aldeia de Piodão

Mapa da aldeia de Piodão

PERGUNTAS FREQUENTES

Onde se situa a aldeia de Piodão?

A aldeia de Piodão faz parte do distrito de Coimbra e integra o concelho de Arganil. A aldeia está separada do centro administrativo do distrito, Coimbra.

Como é que chego à aldeia de Piodão?

Apanhe o autocarro da Rede Expressos de Combra para Vendas de Galizes. A duração da viagem é de 1 hora, o preço do bilhete é de 7 euros e a distância é de 69 quilómetros. De Vendas de Galizes até à aldeia de Piodan, pode chegar de táxi em meia hora. O preço da viagem é de 19 euros, a distância é de 28 quilómetros.

Qual é a melhor altura para ir à aldeia de Piodan?

Pode ir à aldeia de Piodan em qualquer altura do ano. É muito bonita na primavera, quando tudo começa a florir. Os próprios portugueses gostam de vir cá durante as férias da Páscoa. No verão, vem cá um grande número de turistas de Portugal, que gostam de fazer caminhadas na montanha. Também é muito bonita no outono. Piodan é especialmente popular no inverno. Na altura do Natal, vem cá um grande número de turistas de todo o país e da Europa.

Por que é que a aldeia de Piodão é conhecida?

A aldeia de Piodão é famosa pelas suas casas de ardósia com portas e janelas azuis sob telhados de pedra. Os queijos locais e o mel de urze também são populares em Portugal. As casas de pedra em miniatura e os ímanes com a forma dessas casas são vendidos como lembranças.